Biblioteca Histórica

A Biblioteca Histórica (Livro Antigo até ao Século XVIII), com perto de 1500 volumes das mais variadas áreas científicas e humanísticas, reúne o espólio bibliográfico mais antigo do Museu, com obras desde finais do século XV até 1800.

A Biblioteca Histórica do MUHNAC, com 1121 títulos (1472 volumes), reúne o espólio bibliográfico mais antigo do Museu, com origem nos gabinetes e museus da antiga Escola Politécnica de Lisboa. Preserva obras do século XV até 1800, incluindo 8 incunábulos, sendo o mais antigo, uma rara edição do Compendium perclarum (Veneza, 1486) de Paolo de Pergola.

É uma das mais importantes bibliotecas científicas do país, com 700 títulos relativos às mais variadas áreas das ciências naturais, desde a física, química, matemáticas, botânica, geologia e zoologia, entre outras. Possui ainda uma vasta coleção de obras de história, direito e teologia, muitas das quais provenientes das antigas bibliotecas conventuais, do Noviciado da Cotovia (1619-1759) e algumas do Colégio dos Nobres (1761-1837), instituições que antecederam o MUHNAC no espaço da Sétima Colina.

A Biblioteca Histórica é herdeira e preserva parte dos livros da biblioteca do antigo Real Museu e Jardim Botânico da Ajuda (1768-1836). São 70 obras (137 volumes), na sua maioria de botânica, publicadas entre o século XVI e XVIII, adquiridas para servir a instrução dos Infantes D. José (1761-1788) e D. João (1767-1826) e apoiar o trabalho dos naturalistas ao serviço do Real Museu e Jardim. Depois de um período na Academia das Ciências de Lisboa, entre 1838 e 1858, a livraria do Real Museu foi incorporada na Escola Politécnica, onde desde então permanece.

O catálogo da Biblioteca encontra-se disponível no catálogo integrado das bibliotecas da ULisboa, SIBUL: http://aleph18.sibul.ul.pt.

A Biblioteca Histórica está na dependência do Departamento de História e Cultura Material da Ciência e tem por curador David Felismino.

Tipo de coleção: 
Biblioteca/Arquivo