Desenhos

A Coleção de Desenhos do MUHNAC cobre quase 300 anos de desenho científico, materializando de forma notável o papel do desenho na produção, transmissão e circulação do nosso conhecimento sobre a ciência e a natureza.

 

A Coleção de Desenhos possui c. 3.000 itens (sécs. XVIII-XX). Está organizada em dois grandes grupos. Um primeiro grupo inclui desenhos resultantes do ensino do Desenho na Escola Politécnica (séc. XIX) e na Faculdade de Ciências (séc. XX), abarcando diversas tipologias (máquinas, geometria descritiva, topografia, etc.).

O segundo grupo, de extraordinária qualidade, inclui ilustrações anotadas de flora, fauna e antropologia resultante de expedições do séc. XVIII ao Brasil (Alexandre Rodrigues Ferreira, entre outros) e a África (Manuel Galvão da Silva, Joaquim José da Silva, entre outros). Representam animais, plantas, pessoas, ervas medicinais, árvores, frutos, sementes, artefactos etnográficos, paisagens, grutas, aldeias, vestuário e fortificações. As expedições setecentistas ao Brasil são as mais representadas, constituindo 82% dos desenhos. O lote inclui ainda alguns desenhos de expedições oitocentistas, nomeadamente a de Frederico Welwisch (Angola).

Os desenhos estão acondicionados em reserva própria. O seu estado de conservação é muito bom, evidenciando uma riqueza e complexidade cromática notáveis.

A curadora é Ana Mehnert Pascoal e David Felismino é curador assistente.

Tipo de coleção: 
Coleção de História da Ciência e da Medicina