100 anos de Icnologia de vertebrados em Portugal

Out
12
Out/12 18:30 - Out/12 19:30
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Palestras "Dinossauros que viveram na nossa terra"

Trabalhos de escavação de um dinossáurio saurópode na jazida da Junqueira (Santiago de Litém, Pombal)

Quando: 
Quarta, 12 Outubro, 2016 -
18:30 a 19:30
Onde: 
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Com: Vanda Santos | MUHNAC

Tema: Gomes (1915-1916): 100 anos de Icnologia de vertebrados em Portugal

Em Portugal o primeiro estudo científico sobre pegadas de dinossáurio é da autoria de Jacinto Pedro Gomes (1844-1916), um naturalista no Museu Mineralógico e Geológico (na antiga Escola Politécnica de Lisboa), e foi publicado postumamente em 1916.

Após de ter sido informado, em 1884, sobre a descoberta de "fósseis grandes e muito curiosos" pelos mineiros da mina de carvão Cabo Mondego (Figueira da Foz), este Naturalista fez o reconhecimento do achado e percebeu que se tratava de pegadas de dinossáurios. Depois de as descrever e ilustrar num mapa, as pegadas foram retiradas do sítio junto ao mar onde foram encontradas e transportados para o Museu Mineralógico e Geológico da Escola Politécnica, onde ficaram até hoje a fazer parte das coleções. Esta é uma das primeiras descobertas de pegadas de dinossáurio no mundo e este Naturalista, ainda no século XIX, procedeu a um dos primeiros estudos e escavações para resgatar os fósseis da destruição, devido à ação erosiva da ondulação costeira. Desde o trabalho pioneiro de Jacinto Pedro Gomes no estudo e proteção das pegadas de dinossáurios até aos nossos dias, são já vários os sítios que foram reconhecidos, estudados, protegidos e valorizados como recursos científicos e educativos com valor cultural e turístico, no que pode ser considerado como uma longa caminhada da Paleoicnologia de vertebrados e na proteção e valorização do património paleontológico português.

 

Vanda Santos | MUHNAC

Vanda Faria dos Santos é paleontóloga no Museu Nacional de História Natural e da Ciência e coordena o projeto “Paleobiologia e Paleoecologia de Dinosauria e faunas associadas de Portugal e o seu papel macroevolutivo no contexto do Mesozóico da Europa ocidental”. Também se encontra a reorganizar as coleções de plantas e de invertebrados fósseis do MUHNAC, tendo em vista a recuperação e a atualização do seu valor científico e pedagógico e a acessibilidade, cruzando-as com a história do museu.

A sua principal atividade de investigação consiste no estudo de pegadas de dinossáurios. Nos últimos 25 anos de pesquisa que desenvolveu em colaboração com paleontólogos de diversas instituições, descreveu jazidas e é autora de dezenas de trabalhos científicos e de divulgação deste património paleontológico. Também se dedica a atividades que visam a conservação, valorização e divulgação do património paleontológico e geológico e na sequência direta desta sua atividade, cinco das jazidas estudadas foram classificadas em 1996 e 1997 como Monumento Natural, devido à sua excelência num contexto internacional. É membro da equipa responsável pela coordenação científica do GEOcircuito de Sesimbra, um projeto municipal concebido para inventariar, catalogar, caracterizar e promover o património geológico desta região.

 

 

Sobre as Palestras

Integrado no âmbito das atividades em torno da exposição "Dinossauros que viveram na nossa Terra", patente no MUHNAC, o ciclo de palestras pretende focar diferentes temas relacionados com a paleontologia de dinossáurios e o património paleontológico em Portugal. Estas palestras têm como objetivo divulgar os trabalhos de investigação que têm vindo a ser desenvolvidos sobre as faunas de dinossáurios e de outros vertebrados continentais do Jurássico Superior de Portugal, bem como promover a reflexão e discussão sobre questões relacionadas como a proteção e valorização do património paleontológico.

 

Atividade destinada ao público em geral

ENTRADA LIVRE

 

PRÓXIMAS SESSÕES

26 de outubro | Dinossáurios terópodes do Jurássico Superior de Portugal



Mais informações sobre a Exposição "Dinossauros que viveram na nossa terra" aqui.