Mina

Intervenção artítisca de Carolina Lino, Francisco Correia, Joana Siquenique, João Garcia, João Rosa e José Taborda

Quando: 
12 de Maio de 2019 a 16 de Junho de 2019
Onde: 

Exposição "Jóias da Terra: o minério da Panasqueira" | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Mina é o nome dado a uma escavação que proporciona a extracção de matérias-primas. O local é, por excelência, de labor, e requer constante adaptação. O esforço é árduo, as condições são instáveis e as descobertas – imaginemos – imprevisíveis.

As substâncias são primeiramente identificadas através de um rigoroso trabalho de pesquisa e catalogação, que pode levar anos. Só depois, podem ser extraídas dos túneis e galerias (naturais ou esculpidas), que compõem a complexa trama estrutural de uma mina. Ainda assim, é sabido que no decorrer deste processo os erros são inevitáveis: o ambiente é húmido, o ar é pouco, e no escuro um minério pode ser confundido com um calhau. Mas não faz mal. Porque as minas são lugares tão profundos que o tempo também é outro; aliás, talvez já nem tenham tempo. Os materiais reluzentes trazidos à superfície são fruto de milhares e milhões de anos de explosões, fusões e sedimentações que podemos – aqueles que descem às minas – sentir com as mãos.

MINA consiste numa intervenção temporária, de cariz metafórico, na exposição patente na sala ”Jóias da Terra: o minério da Panasqueira”. O colectivo de artistas propõe uma visão poética sobre as peças previamente existentes, relacionando-as com obras pensadas para o espaço. O resultado é uma instalação una, onde constam objectos, minérios e intervenções artísticas, que reflecte acerca do acto de criar.

 

Francisco Correia, 2019

 

Inauguração dia 11 de maio, às 17h00.

Exposição de Arte e Ciência