Modelo de Olivier

No mês em que se realiza a V Feira da Matemática (19 e 20 de outubro), apresentamos um dos modelos tridimensionais adquiridos pela Escola Politécnica de Lisboa (1837-1911) para auxiliar o ensino da Geometria Descritiva.
Este objeto faz parte de um conjunto de modelos com cordas suspensas e braços metálicos montados sobre suportes de madeira, cópias de uma vasta coleção idealizada por Théodore Olivier (1793-1853), um dos professores fundadores da École Centrale des Arts et Manufactures de Paris.
 
Foram vários os fabricantes de instrumentos científicos que construíram estes modelos, adquiridos por diversas instituições de ensino a partir da década de 1860. Estes novos recursos didáticos têm a particularidade de possuírem partes móveis, característica inovadora para a época, relativamente aos modelos de superfícies estáticos. Os modelos de Olivier permitem, assim, visualizar uma variedade de configurações geométricas, alterando apenas a posição dos elementos que os compõem. 
 
Segundo a documentação existente no Arquivo Histórico do Museu relativa a esta aquisição, será à firma de Fabre de Lagrange que a Escola Politécnica de Lisboa encomendaria uma coleção completa de quarenta e nove “appareils à fils de soie et à mouvements de Th. Ollivier”. Destes, 20 modelos representativos de superfícies regradas e suas interseções chegaram até nós e fazem hoje parte das Coleções do MUHNAC.