Poliedros, cristais e ... vírus?

Out
18
Out/18 17:30
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

60 Minutos de Ciência com Suzana Nápoles

Quando: 
Quinta, 18 Outubro, 2018 - 17:30
Onde: 
Sala Vandelli | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

No mês em que se celebra o Dia da Biologia Matemática, dedicamos a próxima sessão do 60 Minutos da Ciência há relação entre a Virologia e a Geometria.
Se a presença de estruturas poliédricas é evidente na observação de alguns cristais, o mesmo não se pode dizer sobre a sua associação à forma dos vírus. Só a microscopia eletrónica, associada a técnicas computacionais, permitiu visualizá-los e criar modelos geométricos da sua estrutura.  Mas em que medida é que esses modelos contribuem para combater os vírus?

Vídeo completo aqui.
 
Nota biográfica sobre o orador:
Suzana  Nápoles nasceu em Lisboa em 1949. É licenciada em Matemática Pura pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e doutorada em Matemática pela mesma universidade. Depois de mais de quatro décadas e meia a lecionar no Departamento de Matemática desta faculdade, dedica-se presentemente à comunicação e divulgação da matemática.
Continua a colaborar com o Departamento de Matemática de Ciências/ULisboa em atividades que promovam a utilização de ferramentas computacionais no ensino/aprendizagem da Matemática​ e com a unidade I&D  da Fundação para a Ciência e Tecnologia CMAFcIO na promoção da comunicação da matemática em escolas e para o público em geral.

3ª Edição do Ciclo de conversas "60 Minutos de Ciência"
Num formato informal e descontraído, 60 minutos de Ciência pretende ser um fórum de discussão entre especialistas e cidadãos sobre temas atuais de Ciência. Com a duração de uma hora, as suas sessões decorrem nas terceiras quintas-feiras do mês, pelas 17h30, com lugar no MUHNAC-ULisboa e no Edifício Caleidoscópio, no Jardim do Campo Grande em meses alternados. 
Este ciclo é uma iniciativa do Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa (MUHNAC-ULisboa), do Comité UNESCO Matemática do Planeta Terra (MPT-UNESCO) e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.