MUHNAC é instituição de acolhimento de doutoramento em Biodiversidade, Genética e Evolução

Effects of climate change in unisexual bryophyte species endemic to oceanic islands. Understanding rarity to ensure ex-situ conservation strategies in the face of global change

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa (MUHNAC) recebe, Anabela Martins, aluna de doutoramento do programa doutoral em Biodiversidade, Genética e Evolução (BIODIV) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

O plano de trabalhos intitulado “Effects of climate change in unisexual bryophyte species endemic to oceanic islands. Understanding rarity to ensure ex-situ conservation strategies in the face of global change” tem ainda, como instituições de acolhimento o Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais(cE3c) e a Universidade de La Laguna, sob orientação da Doutora Manuela Sim-Sim, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e do Doutor Jairo Patiño, da Universidade de La Laguna, Tenerife. Para o desenvolvimento deste plano de trabalhos, que se iniciou no dia 1 de março, recebeu uma bolsa da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Com o desenvolvimento deste projeto de doutoramento, a aluna pretende responder à questão: até que ponto os briófitos unisexuais endémicos da Macaronésia desenvolvem uma segregação espacial dos sexos, e quais as variáveis ambientais que podem influenciar essa segregação nos cenários climáticos atuais e futuros. Por fim, será ainda definido um plano de conservação e propagação ex-situ do germoplasma de briófitos da Macaronésia visando o reforço de populações de espécies endémicas e ameaçadas a nível Europeu.