MUHNAC recebe alunos da Licenciatura de Geologia da FCUL

Desenvolvimento de trabalho centrado nos exemplares de vertebrados fósseis das Coleções de Paleontologia do MUHNAC

André Burigo, Guilherme Soares, João Martins, Mafalda Tavares e Pedro Cristão, alunos da Licenciatura de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), encontram-se a desenvolver um trabalho no âmbito da unidade curricular de Projeto centrado em exemplares de vertebrados fósseis das Coleções de Paleontologia do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC). A orientação está cargo de Pedro Mocho e Elisabete Malafaia, investigadores de pós-doutoramento do Instituto Dom Luiz (IDL) da FCUL, com a colaboração da curadora convidada Liliana Póvoas, e dos investigadores Francisco Ortega e Adán Pérez García da Universidad Nacional de Educación a Distáncia (UNED, Espanha). Este projeto constitui mais uma iniciativa de colaboração entre os investigadores do IDL, da FCUL e do MUHNAC.

Os materiais em estudo correspondem a dezenas de amostras com fósseis de vertebrados inéditos do Cretácico Superior da região de Aveiro, incluindo restos osteológicos de peixes, tartarugas e crocodilos. Estes exemplares foram encontrados em depósitos fossilíferos associados aos barreiros explorados pela Empresa Cerâmica do Vouga. Os trabalhos paleontológicos foram executados entre os anos de 1968 e 1971 pela Faculdade de Ciências e Museu Nacional de História Natural com a liderança do paleontólogo Miguel Telles Antunes. O abundante material fóssil coletado na jazida de Aveiro e depositado no Museu Nacional História Natural e da Ciência (UL, Lisboa) constitui uma oportunidade única para analisar as faunas de vertebrados continentais do Cretácico Superior em Portugal.

A sequência sedimentar do Cretácico Superior português é marcada por escassas ocorrências com restos de vertebrados, facto que tem dificultado o estudo e a compreensão da diversidade destas faunas. Este pobre registo contrasta com o registo abundante e diverso proveniente de outras regiões do domínio Ibero-Armoricano. O objetivo principal deste projeto é fornecer aos estudantes formação em metodologias utilizadas no estudo de vertebrados fósseis, bem como a (1) conservação e restauro de material fóssil inédito proveniente de Aveiro depositado no MUHNAC; (2) caracterização e análise preliminar do registo fóssil de vertebrados proveniente de Aveiro; (3) comparar a diversidade identificada com a fauna representada em outras localidades de Cretácico Superior em domínio Ibero-Armoricano.