O Laboratório Ferreira da Silva: em prol do ensino e da investigação em análise química

Maio
21
Maio/21 15:00 - Maio/21 16:30
PORTO | Avenida dos Aliados

Roteiros do Conhecimento 

Quando: 
Sábado, 21 Maio, 2022 - 15:00 a 16:30
Onde: 
PORTO | Avenida dos Aliados

Em 2 junho de 1884, abriu ao público portuense o Laboratorio Municipal de Chimica, com a missão de analisar a qualidade dos géneros alimentícios e de detetar eventuais falsificações. Criado por iniciativa da Câmara Municipal, foi montado e seria gerido por António Joaquim Ferreira da Silva (1853-1923), lente de química da Academia Politécnica e responsável pelos seus laboratórios de ensino.

O Laboratorio Municipal alcançou grande notoriedade, vendo-se inclusivamente envolvido em dois casos mediáticos nos finais do séc. XIX – o caso médico legal Urbino de Freitas e a questão da suposta salicilagem dos vinhos portugueses exportados para o Brasil. O prestígio de Ferreira da Silva, como investigador analista e como professor, permitiu-lhe, após o encerramento imprevisto e arbitrário do Laboratorio Municipal em 1907, reclamar uma parte significativa das áreas novas do edifício recém-concluído da Academia, dando origem ao “grande laboratório de química analítica”, rebatizado “Laboratório Ferreira da Silva” em 1922.

Nesta sessão, visitaremos o local onde antes se ergueu o Laboratorio Municipal, em plena Avenida dos Aliados, bem como o Laboratório Ferreira da Silva, recentemente requalificado, no Polo Central do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto (MHNC-UP), no Edifício Histórico da Universidade do Porto.

Dinamizadora: Marisa Monteiro, Curadora de instrumentos científicos do MHNC-UP
 

Ponto de encontro: Avenida dos Aliados, junto à Câmara Municipal do Porto 

Preço: gratuito
Lotação máxima: 20 participantes

Inscrição prévia: sim 
Informações e inscrições
info@mnhnc.up.pt

 

Conheça a Programação do MUHNAC aqui.