Vamos falar de Geologia - Conversas com o Professor Galopim



13 videoconferências, com duração de aproximadamente 45 minutos, com um período de apresentação do tema, durante 30 a 40 minutos, aproximadamente, seguida de perguntas e respostas nos restantes minutos, moderadas pelo Museu. Especialmente destinadas aos professores de geologia e de geografia, embora sejam acessíveis à generalidade do público.
 

Assista às sessões de outubro, novembro e dezembro aqui.
Assista às sessões de janeiro, fevereiro e março aqui.


PROGRAMA

5 abril
QUARTZO, A PRIMEIRA MATÉRIA-PRIMA
Espécie mineral mais abundante na Terra, a sua utilização acompanhou a hominização, sendo hoje matéria-prima de inúmeras insdústrias e artesanias.

Apresentação disponível aqui.

 

12 abril
O QUARTZO NA INDÚSTRIA
A mais abundante espécie mineral, possui um sem número de variedades e de aplicações industriais.

Apresentação disponível aqui.

 

19 abril
LAGUNAS E LAGOAS DE PORTUGAL
Corpos de água na bordadura litoral ou bem no interior de terras, cada um com as suas características, a desenvolver numa demonstrativa sucessão de imagens.

Apresentação disponível aqui.

 

26 de abril
GENERALIDADE SOBRE FÓSSEIS
O estudo dos fosséis tem-nos permitido investigar, não só a história da vida, mas, também a da Terra.

Apresentação disponível aqui.

 

3 maio
PLANETA AZUL
Perdida na imensidão do espaço a Terra tem tudo o que necessitamos para viver: o ar que respiramos, a água que bebemos e o chão que pisamos e que nos dá o pão.

Apresentação brevemente aqui.

 

10 maio
FILHAS DA TERRA E DO SOL
"O lodo alagadiço e viscoso, trazido pelas águas, cimenta a terra e transforma-a em pedra dura". Escreveu Alberto, o Grande (1193 - 1280)

Apresentação disponível aqui.

 

17 maio
A PEDRA QUE DÁ LUZ AO AQUENTEJO
Na sua imensa maioria, os calcários resultam direta ou indiretamente da atividade de seres vivos, em águas litorais pouco profundas e mornas, mais precisamente, nas latitudes intertropicais.

Apresentação disponível aqui.

 

24 maio
BARRO, A SEGUNDA MATÉRIA-PRIMA
Depois do silex, a principal matéria-prima mineral foi o barro, com o qual os nossos antepassados do Neolítico começaram a fazer recipientes cerâmicos diversos, de início, rudimentares, e, progressivamente, mais aperfeiçoados.

Apresentação disponível aqui.

 

31 maio
XISTOS E GRAUVAQUES
Xistos e grauvaques, duas expressões do mesmo processo geológico. Sem projetos de arquitetura nem maquinaria especialozada, as antigas populações das aldeias fizeram tudo que elas lhes permitiram fazer.

Apresentação brevemente disponível.

 

7 junho
METEORIZAÇÃO DAS ROCHAS
As rochas geradas em profundidade, onde as temperaturas e as pressões são muito elevadas, sofrem alteração sempre que ascendem e ficam expostas aos agentes meteóricos próprios da superfície.

Apresentação brevemente disponível.

 

14 junho
GENERALIDADE SOBRE SOLOS
Sempre que o manto de alteração permite a ocupação vegetal e com ela todo um cortejo de seres vivos e de matéria orgânica, tem lugar a formação do solo.

Apresentação brevemente disponível.

 

21 junho
GEODIVERSIDADE, SOLOS E FLORESTAS
A floresta é a expressão mais exigente e complexa da conjugação de diversos fatores, com particular destaque para o clima, as rochas e os solos.

Apresentação brevemente disponível.

 

28 junho
HÁ PRAIAS E PRAIAS
Entidade geográfica e geológica, de todos conhecida, é composta por partículas minerais, rochosas e/ou biogénicas, sob a forma de areia, seixos e/ou conchas de moluscos e outros restos esqueléticos, ao longo de uma margem marinha, lacustre ou fluvial.

Apresentação brevemente disponível.

 

 

HORA: 15h00

Lotação: 75 participantes 
Link ZOOM apenas fornecido aos inscritos

Inscrições 
geral@museus.ulisboa.pt | 213 921 808

Assista em direto no YouTube do MUHNAC